sábado, 31 de janeiro de 2015

Um papo sobre posse responsável...

     Se alguém lhe dissesse que ama cachorros, mas ama tanto que quer ter um, o que pensaria dessa pessoa? Provavelmente pensaria que é uma boa pessoa que ama animais.

Foto: Reginaldo Ornellas


     Mas e se essa pessoa lhe dissesse que mora em um apartamento ou uma casa pequena, e que por esse motivo o cachorro precisará ficar preso em um dos cômodos por uma pequena corrente – o que pensaria agora?
Possivelmente que essa pessoa está sendo irresponsável em querer manter um cachorro nessas condições. Ou que talvez não ame tanto cachorros assim e que está sendo egoísta.

     Talvez então a pessoa lhe dissesse que o cachorro seria solto em alguns momentos para se exercitar. Isso mudaria o fato de que ele viveria grande parte do tempo preso à corrente? Será que isso lhe faria pensar que, sendo assim, tudo bem? Dificilmente. Como pessoa sensata, você orientaria a pessoa a não ter um cachorro enquanto não pudesse lhe dar o espaço necessário, ou talvez dissesse para a pessoa a adaptar sua casa, de modo que o cachorro pudesse ter uma boa condição de vida todo o tempo.

"Onde você gostaria de viver? 
Aqui? (gaiola) Ou aqui? (cercado)"
     Todos os dias, muitas pessoas compram porquinhos da índia no Brasil. A maioria delas é enganada, levada a acreditar que são animais que exigem pouco espaço, que são de cuidados simples e que para esses animais basta o espaço de uma gaiola vendida comercialmente como “coelheira”. Mas, se não é aceitável um cachorro ser criado preso a uma pequena corrente, porque seria aceitável um porquinho da índia viver restrito em um espaço pequeno?

     No caso de cachorros, parece bem óbvio para a maioria das pessoas que criá-los presos a correntes curtas seria muito ruim, até mesmo considerado uma crueldade. Mas porquinhos da índia não são animais tão populares, e por isso para novos donos as coisas nem sempre parecem óbvias, já que poucos realmente conhecem e entendem as necessidades básicas desse animal. Para piorar a situação, em alguns casos, a questão do alojamento adequado para esses animais não é bem conhecida nem mesmo de veterinários especializados, já que o foco da formação desses importantes profissionais é a parte clínica, não o manejo.

     Alguns vendedores e criadores argumentam que é perfeitamente possível um porquinho da índia ser criado em uma gaiola coelheira. Bem, de certa forma eles têm razão, é possível, já que o porquinho da índia não irá morrer por viver ali (pelo menos, não em curto prazo), da mesma forma que um cachorro não morrerá por viver preso a uma corrente. Mas e quanto à qualidade de vida? E quanto às necessidades do animal? Consegue sinceramente imaginar um animal criado assim tendo uma vida feliz, longa e saudável? Com certeza não.


     Então, não contribua com a crueldade contra nenhum tipo de animal. Como um dono responsável, pesquise sobre seu animal e entenda as necessidades básicas dele. Faça adaptações se necessário. Seja altruísta. Assim, quando alguém insistir que porquinhos da índia podem viver em gaiolas coelheiras, você saberá que eles podem, mas não devemO que é possível nem sempre é adequado e em alguns casos é até mesmo cruel.

     Que seu porquinho da índia tenha uma vida longa, saudável e feliz.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...