quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Infecção do Trato Respiratório

     Os porquinhos da índia são muito sensíveis às infecções respiratórias causadas pelas bactérias Bordetella bronchiseptica e Streptococcus pneumoniae. A B. bronchiseptica pode estar presente em coelhos, cachorros e primatas, sem sintomas de doença. Outras bactérias também podem causar infecção respiratória. Essas bactérias são transmitidas por contato direto, por inalação e por objetos contaminados.

     As infecções respiratórias são de difícil tratamento e se não houver cuidado rápido, podem ser fatais. O stress deixa o porquinho mais suscetível a doenças, especialmente no caso de animais jovens. Fatores de stress incluem problemas nutricionais, mudanças de temperatura, 

Sintomas:

• Dificuldade ou recusa a comer e beber (anorexia)
• Diminuição ou ausência de fezes (por não estar comendo)
• Respiração dificultosa, ofegante, chiado
• Espirros, tosse
• Olhos embotados, quase fechados
• Olhos saltados ou fundos
• Secreção nasal ou ocular
• Pêlos ásperos ou arrepiados
• Letargia, postura encurvada
• Também pode ocorrer abortamento e problemas uterinos (fêmeas)
• Em alguns casos, a infecção pode progredir para o ouvido, causando torcicolo

    Leve seu porquinho a um veterinário especializado imediatamente se você notar algum desses sintomas. A rapidez em iniciar o tratamento pode ser decisiva. Se seu porquinho não estiver comendo, alimentá-lo à mão é fundamental. 


Tratamento:

     O veterinário irá avaliar os sintomas, fará um exame físico, e deverá solicitar uma radiografia para verificar se há líquido nos pulmões, e também poderá fazer uma cultura para verificar qual bactéria está ativa, e assim saber qual antibiótico será mais eficaz. 

     O tratamento é à base de antibióticos (não se esqueça de que há antibióticos proibidos para porquinhos da índia) e deve durar no mínimo 15 dias. Os antibióticos comumente usados são Bactrim®, Enrofloxacino e Cloranfenicol. Em alguns casos Furosemida poderá ser receitada para ajudar a eliminar líquido acumulado no pulmão.

     Outros cuidados incluem manter o porquinho em ambiente confortável, bem ventilado e aquecido, fluidoterapia, nebulização, suplementação de vitamina C e papinhas se necessário. 

     Se seu porquinho da índia tem infecções respiratórias recorrentes, deve-se considerar a possibilidade de problema cardíaco.

Importante: Lembre-se sempre de fazer quarentena de qualquer porquinho da índia novo antes de juntá-lo ao que você já tem. Isso evita que um novo porquinho que esteja portando doenças ainda sem mostrar os sintomas transmita aos outros.


Referência: Harkness JE, Wagner JE: The Biology and Medicine of Rabbits and Rodents, 4th ed.
Hillyer, Quesenberry: Ferrets, Rabbits and Rodents, Clinical Medicine and Surgery
V.C.G. Richardson: Diseases of Domestic Guinea Pigs, 2nd ed.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...