sábado, 24 de agosto de 2013

Tipos de Forração

O que usar como forração do alojamento de seu porquinho da índia? Com certeza você procura um material que seja barato, que mantenha a saúde de seus porquinhos, que neutralize o cheiro da urina, que precise ser trocado poucas vezes, que cheire bem ou não tenha cheiro, que seja anti-alérgico, que não faça muita bagunça na hora de limpar, que seja acessível pra comprar... bem, tenho uma notícia pra você: não existe um material perfeito!

Tá, mas não desanima. Existem diversas opções, desde produtos de papel ou madeira e até tecidos. Mas além de saber o que se pode usar, é muito importante saber o que nunca se deve usar! Vamos ver alguns materiais mais comuns usados como forração, suas características, vantagens e desvantagens. 






Materiais mais comuns utilizados como forração




• Soft (Fleece, Manta Polar, Lã de Poliéster)

Sem dúvida, a melhor forração em custo/benefício. Nem todas as forrações são descartáveis! É visualmente muito bonito. O soft não absorve a urina, a deixa passar por ele, sendo absorvido pela camada de toalhas (ou outro material absorvente) abaixo dele. Imagina que o soft funciona como uma "peneira", mas é fofinho. Não fica com cheiro forte rapidamente, como outras forrações. 

Prós: O material é macio e deixa a urina escorrer por ele, mantendo-se sempre sequinho. Isso evita que o porquinho deite-se em cima de sua própria urina, por exemplo. É reutilizável e os porquinhos da índia gostam muito, como demonstram por "pipocar" e dormir sobre ele. A limpeza diária é simples, apenas recolher as fezes que ficam sobre ele (usando uma vassourinha, por exemplo); a limpeza completa é a cada 5 dias ou semanal, dependendo do espaço x número de porquinhos.

Contras: Áreas muito utilizadas precisam de cuidados diários. Feno e fezes precisam sem removidos (sacudidos ou varridos) antes de lavar o tecido.



• Granulado Higiênico de Madeira

É um granulado higiênico de madeira em forma de pellets (veja na primeira foto do post). Existe no mercado produto direcionado a roedores, porém o mesmo produto para gatos serve ao propósito (não confunda com sílica!). Funciona por absorver a urina e se transformar em um pó. O uso é bastante interessante, especialmente para quem tem uma área de "banheirinho" no alojamento do porquinho.

Prós: Neutraliza o cheiro, é natural, biodegradável, atóxico e pode ser utilizado por outros animais.

Contras: Usar em todo o alojamento seria caro. Usa-lo em uma bandeja na área de "cozinha" ou "banheirinho" do alojamento é interessante e viável (Venho fazendo uso deste produto há algum tempo e gosto bastante)




• Maravalha ("Serragem", Raspas de Madeira)

     É encontrada facilmente em pet-shops, às vezes prensada. Certifique-se de que a madeira seja atóxica. 

Prós: É uma alternativa barata, com boa disponibilidade.

Contras: Prende-se aos pêlos, não é um material tão macio quanto produtos de papel e pode desencadear problemas respiratórios. Fica com cheiro forte rapidamente. (Eu não recomendo!)

ATENÇÃO: No caso de maravalha de pinheiro, se esta tiver cheiro forte ou cheiro de pinho, não deve ser utilizada. Certifique-se de que maravalha de pinheiro seja tratada ou a evite. NUNCA use maravalha de cedro, que contém óleo aromático que desencadeia sérios problemas respiratórios.



• Jornal

Jornais antigos são muitas vezes usados como forração.

Prós: É uma alternativa barata, com boa disponibilidade e é um tanto eficaz. Algumas pessoas fazem camadas de jornal no fundo do alojamento, usando em conjunto com outro tipo de forração.

Contras: Não é uma boa alternativa quando usado sozinho, pois não absorve muito bem a urina e precisa ser trocado frequentemente. Pode ser usado em conjunto com maravalha, soft, feno, ou em conjunto com uma caixa sanitária. Alguns porquinhos da índia ingerem grande quantidade de jornal, e neste caso não deve ser usado como forração, pois pode causar bloqueio intestinal. Além disso, algumas fontes indicam que a tinta do jornal é potencialmente tóxica se ingerida (embora pela minha pesquisa, esse tipo de tinta já não é mais usada há tempos).



• Piso Alternativo

     Como sabemos, o piso de grade não deve ser utilizado nos alojamentos, pois causa diversos problemas como pododermatite, quebra de unhas, torções e fraturas. Apesar disso, muitos donos seguem usando as grades alegando que estas permitem que o porquinho da índia não fique em contato com a urina e fezes. Estes pisos alternativos (como Pipi Dog) costumam ser de material plástico, e são encontrados em pet-shops como tapetes ou banheiros para cães.

Prós: Ajuda a manter o porquinho da índia seco, sem contato com a urina.

Contras: Custa caro, não é encontrado facilmente e dá mais trabalho na hora da limpeza. Para um cercadinho de tamanho adequado, seriam necessárias várias placas. Precisa ser utilizado junto a outro material absorvente por baixo do piso alternativo.




Materiais que não devem ser usados como forração

♦ Corn Cobs
     São granulados absorventes (como Pipi Pet). Seu uso deve ser evitado. Tem a tendência de embolorar, não controla odores, é ruim para os pés dos porquinhos da índia. Além disso, os porquinhos da índia podem ingerir os granulados, e estes se expandem quando molhados. Podem contribuir para problemas intestinais.


♦ Maravalha de Cedro
Como já informado acima, o cedro é uma madeira que contém óleo aromático, que libera fenóis. Estes desencadeiam sérios problemas respiratórios em porquinhos da índia e outros animais de pequeno porte.


♦ Pó de serra (serragem)
O pó desencadeia problemas respiratórios. 


♦ Areia para gatos
É absorvente, porém costuma desencadear problemas respiratórios em porquinhos da índia. Em fêmeas, pode desencadear piometra (séria infecção uterina).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...